Arquivos

Tag: direção chuva

Dirigir durante os momentos de chuva requer maior atenção dos motoristas.

Dicas úteis para quem pensa em segurança ao dirigir na chuva

Na hora de sair de casa com o tempo chuvoso, não importa qual meio de transporte vai utilizar, o cuidado precisa ser redobrado para não se envolver em nenhum tipo de acidente. Com a rua mais escorregadia, a visibilidade reduzida e a maior pressa de todos, o ambiente fica propício para uma eventual falta de atenção.

Para receber textos como este, CLIQUE AQUI e cadastre o seu e-mail.

Para os motoristas, não basta só ter um carro mais alto como, por exemplo, um Jeep Renagade, para ter mais visibilidade, é preciso tomar uma série de cuidados para não se se envolver em acidentes. Nem todo condutor se sente confortável de dirigir na chuva, as vezes isso gera pânico nas pessoas.

Mas afinal, como dirigir com mais segurança em dias chuvosos? Confira este post e conheça algumas dicas interessantes sobre como conduzir de forma mais segura e diminuir ao máximo os riscos de acidentes em dias de chuva, seja na cidade ou na estrada, é importante estar sempre atento! Vamos lá?

Fique atento as condições dos pneus e direção

Não importa se o seu carro é novo ou é aquela S10 seminova, inspecione semanalmente a pressão dos pneus! Esse é item é essencial para o melhor desempenho da direção do seu veículo. Mas fique de olho não só na calibragem, mas também no alinhamento e balanceamento do carro. Se a direção estiver trepidando ou puxando para um dos lados é recomendado que você faça uma revisão dos itens.

Os pneus e a direção precisam estar sempre ajustados para que a área de contato entre o veículo e o solo, no caso o pneu, esteja totalmente aderente ao piso. Lembre-se, se esse atrito não for o ideal, você pode perder o controle da direção e derrapar em pista molhada.

Verifique também se os pneus não estão “careca”, pois se os sulcos forem menor do que 3 milímetros, possivelmente não terá a função de drenagem e por isso se torna liso em piso molhado. Pneu careca é proibido por lei e pode causar acidentes.

A velocidade é o vilão da chuva

Via de regra, ao dirigir pelas ruas e estradas, não exceda a velocidade da via. No entanto, em dias chuvosos, tire o pé do acelerador e tenha mais paciência. A direção com segurança é aquela em que o motorista não se coloca em risco e nem os demais usuários da via.

A chuva cria um ambiente propício para o motorista perde a direção do carro, a junção da água, sujeira e resto de óleo na pista faz com que a direção seja menos precisa, por isso requer muito mais atenção do condutor, lembrando ainda que o veículo precisa estar em boas condições para não complicar ainda mais a vida do motorista.

Carros grandes como Hillux, por exemplo, tem pneus maiores e mais aderentes a via, porém em alta velocidade, esses mesmos veículos utilitários têm mais chance de derrapar, pois com a traseira mais leve, podem perder contato com o asfalto. Por isso, não se engane, até para carros maiores é indicado que a velocidade seja limitada na chuva.

Mantenha uma distância maior entre os veículos

Em dias chuvosos, a visibilidade fica comprometida. Por esse motivo, o mais indicado é aumentar a distância entre os veículos que estão trafegando numa via. Essa atitude responsável, diminui os ricos de uma colisão traseira e até mesmo um atropelamento, já que aumenta o tempo de frenagem e parada do veículo.

Quando um motorista precisa parar o carro em uma pista molhada, via de regra é necessária uma distância 3 vezes maior até que aconteça a parada total. Nesse período de tempo, outros fatores ainda são mais passíveis de causar um acidente, a perda de direção e a aquaplanagem. Nos dois casos o motorista perde o controle total de direção durante uma frenagem.

Ruas e estradas alagadas

Esse também um problema bastante comum em dias chuvosos. Quanto maior a intensidade da chuva, mais estragos ela causa. Para os motoristas essa premissa também é válida, já que causa alagamentos, irregularidades na pista e, em alguns casos, as ruas podem ficar intransitáveis pelo excesso de água.

Se você conhece os problemas de escoamento da água da região que costuma trafegar com frequência, evite passar pelo local em dias de chuva. Se a água sobe rapidamente, você poderá ficar parado no trânsito até que a chuva amenize.

Lembrando que a perda da visibilidade nos dias chuvosos também remete a estragos no carro. Os buracos e a pista podem ficar complicados de serem enxergados e qualquer deslize pode causar um acidente. Por isso, nunca esqueça de reduzir o máximo possível a velocidade quando o tempo está ruim.

10 dicas rápidas para dirigir na chuva

  1. Cuide durante as ultrapassagens, sinalize com antecedência e evite movimentos bruscos.
  2. Evite dirigir com os sapatos molhados, eles podem tornar a sua pisada nos pedais mais escorregadias.
  3. Verifique a parte elétrica do seu veículo. Evite trafegar com as luzes de freios, piscas e alerta queimados.
  4. Em caso de pane ou problemas mecânicos, sinalize o seu veículo com o pisca-alerta e use o triângulo para isolar a área.
  5. Evite o ar quente e não dirija com sono. Se perceber que está ficando sonolento, pare e descanse até se sentir seguro para continuar.
  6. Mantenha uma distância segura do veículo que está a sua frente e fique atento às motocicletas ao mudar de faixa.
  7. Evite frenagens bruscas para não causar colisões traseiras. Modere a velocidade para evitar que a parada tenha que ser imediata.
  8. Se a pista estiver muito molhada, evite as frenagens mais fortes e reduza a velocidade para o veículo não aquaplanar.
  9. Verifique os limpadores e desembaçadores, esses itens precisam estar sempre em bom funcionamento.
  10. Não esqueça do cinto de segurança, isso vale para todos os dias!

 

Gostou deste artigo sobre como dirigir com segurança em dias de chuva? Então aproveite para compartilhar com os seus amigos este post usando as suas redes sociais! Essas dicas são sempre muito importantes.

——-

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE PARA ASSISTIR VÍDEOS EM NOSSO CANAL – GRÁTIS

Conheça dicas que vão aumentar sua segurança em dias de chuva

Saiba mais sobre aquaplanagem: riscos e medidas preventivas

Em dias de tempestades existe a preocupação da qualidade da via em que trafegamos, porém mais importante que o estado de conservação da pista, serão as condições que se encontram os pneus do seu veículo. Cuidar da revisão, suspensão e balanceamento é algo de rotina quando se trata de responsabilidades com o carro, eles prevenirão acidentes que podem ser causados por problemas mecânicos.

Clique aqui para conhecer o SEGREDO para passar de primeira na prova do Detran estudando apenas 15 minutos por dia.

Um desses problemas, que podem ocorrer pela falta de manutenção e acompanhamento, é a aquaplanagem. Sendo um dos maiores perigos para quem trafega por pistas molhadas.

A aquaplanagem, também conhecida como hidroplanagem – é quando o carro desliza pelo asfalto, como se escorregasse e o condutor fica sem o controle do veículo. É causado pela perda do contato dos pneus do automóvel com o solo, elas acabam escorregando sem oferecer a resistência necessária para frenagens.

O maior risco é quando ela ocorre em curvas, acentuadas ou não, pois pela perda da direção, o motorista poderá sair da via ou até mesmo se envolver em acidentes causados por essa falha dos pneus.

Como para quem dirige em cidades de grandes chuvas e tempestades, tendo que tomar cuidados redobrados nas estações de Outono/Inverno.

Neste texto você vai tirar todas as suas dúvidas sobre como ocorre, prevenção e como proceder caso ocorra uma aquaplanagem no momento em que você estiver na direção de seu veículo – algo que também pode ser realizado com a ajuda dos mais diversos tipos de aplicativos para quem dirige, disponíveis na internet.

Qual a sua causa?

A hidroplanagem ocorre quando as bandas de rodagem dos pneus não são suficientes para escoar o excesso de água. Seja pela diminuição de seus sulcos ou ranhuras, causando a perda da aderência entre a borracha e o solo, desse modo o veículo perde o controle e sua estabilidade.

O defeito no escoamento ocorre principalmente porque a profundidade dos sulcos já está bastante rasa, o famoso “pneu careca”, por estar desgastado ou em mau estado de conservação.

O nosso controle sobre o automóvel depende exclusivamente de que exista uma força de atrito entre os nossos pneus e o pavimento. Para explicar melhor, você precisa saber que tanto os pneus como o asfalto são feitos de materiais de alta fricção.

Assim, quando as rodas possuem grande quantidade de água embaixo, ela não permite que se crie a resistência necessária para que haja a rotação, causando assim a aquaplanagem.

Outro risco é em relação à poça d’água: à frente do pneu acumulará muita água, que ficará à espera para se afastar. Este acúmulo produzirá uma resistência adicional ao progresso do pneu. A energia que se necessita para levantar e agitar toda esta água é retirada a partir da energia cinética do carro, o que irá pará-lo bruscamente.

Se você não tem experiência com carros, mas está em busca de um veículo à venda, note se ele possui todos os itens que irão lhe representar segurança ao dirigir, como citamos.

Como prevenir a aquaplanagem

Além de cuidar do estado de conservação do pneu, como vamos detalhar mais abaixo, é necessário que você condutor, se atente a velocidade que seu veículo viaja, pois, o risco de aquaplanagem é maior quando se anda com muita pressa.

Você deve reduzir a aceleração até metade da indicada ou permitida para as ruas nas áreas em que tiver maior acúmulo de água, assim caso algum imprevisto ocorra, você não terá danos maiores caso perca a direção do veículo.

Mantenha em dia a manutenção dos seus pneus, pois irá garantir a segurança enquanto você trafega por vias onde esteja chovendo ou não. Cuide de não deixar os pneus “carecas”, mantendo sempre calibrados, conforme a pressão indicada pelo fabricante no manual do proprietário.

Outra dica importante é realizar o rodízio do jogo de pneus de seu carro a cada cinco mil quilômetros, isso será necessário para a conservação e vida útil, sem que haja desgaste excessivo, fazendo perder a resistência necessária para passar por lugares molhados.

Atente-se, da mesma forma, para que sejam colocadas em seu veículo rodas que estejam de acordo com o modelo de seu carro. Pneus que sejam largos tendem a reter mais água, sendo maior o risco de deslizamento sobre a pavimentação. Siga, novamente, as normas descritas no manual do proprietário.

Tome o cuidado com as freadas bruscas em dias de muita chuva. Não faça movimentos bruscos no volante caso perceba que está perdendo o contato com o solo, isto pode fazer com que você invada uma pista que não é a sua ou venha a se chocar com outros veículos.

Caso você tenha um carro e vá sair em um dia de chuva, é importante que se confira o nível da água. Caso esteja além da metade do aro das rodas, siga as dicas dadas acima ou prefira não sair de casa, para não correr riscos maiores.

Como agir?

Caso você esteja na direção de seu veículo em um dia de tempestades ou estiver passando em áreas alagadas, o melhor é manter a calma manter e analisar a situação antes de entrar no alagamento.

O ideal é que você passe de primeira marcha e acelerando o máximo possível. Assim você evita que a água suba até o motor, o que pode encharcar o sistema elétrico e o sistema de injeção, além da aceleração contínua prevenir que entre água no escapamento.

Caso você esteja “aquaplanando” é necessário que se lembre de não fazer nenhum movimento rápido, em que seu veículo possa se chocar ou sair da via.

Friso também, que somente mantenha a aceleração constante, caso não esteja em uma via movimentada e que possua muitos veículos a sua frente, para que não aconteça um “engavetamento”.

Se o carro possui freios ABS, eles não aceitam que as rodas travem com a frenagem, podendo ser acionados até que o carro recupere a aderência ao asfalto, sendo possível assim, a retomada do controle do veículo.

E lembre: em caso de algum imprevisto na estrada, sempre é importante ter um seguro automobilístico ativo para evitar dores de cabeça. Com um plano adequado, você poderá chamar um guincho, realizar reparos emergenciais e, até mesmo, solicitar um carro reserva, dentre outros.

Gostou deste artigo, esclareceu suas dúvidas sobre a aquaplanagem e as precauções em época de chuva? Então clique aqui e cadastre gratuitamente o seu e-mail. Aproveite para compartilhar estas informações em suas redes sociais. Certamente, mais pessoas se atentarão sobre como prevenir e garantir a segurança!

——-

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE PARA ASSISTIR VÍDEOS EM NOSSO CANAL – GRÁTIS