Arquivos

Tag: treinamento

O bem-estar do motorista e sua relação com os acidentes

Motorista sob o efeito de entorpecentes é, infelizmente, algo muito comum para suportar a pressão imposta numa rotina de trabalho ininterrupta e em tempo record.

CLIQUE AQUI para conhecer o nosso treinamento online para motoristas de frota.

 João acorda às 4 h da manhã porque sabe que a missão do dia é pesada e intensa. Tem que atender a dezenove clientes e o primeiro destes fica a 130 quilômetros dali. Saiu de casa sob aviso da esposa quanto à conta de luz que está vencida e iminência de terem o serviço suspenso.

O parágrafo anterior retrata a rotina comum à maioria absoluta dos profissionais que trabalham dirigindo – entregador, vendedor, motorista de coletivo ou escolares e tantas outras atividades afins.

Especialistas estudam, há décadas, o altíssimo índice de acidentes de trânsito e tentam mapear suas principais causas.

Falta de manutenção das vias; Sinalização de trânsito errada, deficiente ou inoperante;  Mau estado de conservação dos veículos; Aumento do fluxo de veículos e falhas na engenharia de tráfego. Enfim, muitas são as causas e, ao longo de todos estes anos, uma destas têm se destacado: O COMPORTAMENTO HUMANO À DIREÇÃO DE UM VEÍCULO.

Diante deste cenário, aponto três relevantes temas a serem considerados:

SAÚDE FÍSICA E MENTAL

Passar horas ininterruptas à direção de um veículo nunca foi uma prática adequadas e, apesar dos condutores saberem disso, normalmente ignoram as recomendações, da direção defensiva, de pausas em períodos programados.

O recomendável, para a boa saúde física e mental, é que se faça pausas a cada 150 quilômetros percorridos ou duas horas ao volante – o que acontecer primeiro. Importante considerar que aqui nos referimos à RECOMENDAÇÃO DA DIREÇÃO DEFENSIVA. Para condutores profissionais, a legislação de trânsito tem suas regras de pausas – veremos sobre isso adiante.

Não se engane, ignorar as pausas recomendadas (ou impostas), além de infração de trânsito, interfere consideravelmente na boa dirigibilidade do condutor, afetando suas condições físicas, psicológicas e emocionais o que, inevitavelmente, o colocará em iminente risco de se envolver em acidentes.

O TRÂNSITO ESTRESSA

Essa é uma velha máxima entre os usuários do trânsito – principalmente aqueles que trabalham nele. Entretanto, se analisarmos friamente essa afirmação, chegaremos à conclusão de que o trânsito não estressa ninguém, são seus usuários que o tornam estressante.

É importante considerar que a sua pressa não lhe dá prioridade sobre os demais usuários da via. Exceções acontecem, claro, mas não serão os seus problemas e sua urgência as situações de genuína prioridade sobre os outros.

A primeira regra de ouro para se ter um trânsito melhor é entender, e aceitar, que o espaço público é de uso comum e igual para todos. Sejá lá qual for a sua urgência, acalmar-se é a melhor maneira de terminar o dia bem – ou pelo menos ileso.

LEGISLAÇÃO PARA MOTORISTAS PROFISSIONAIS

A legislação em questão é a 13.103, de 2 de março de 2015, que modifica a Lei 12.619, publicada três anos antes. Ressaltamos que as regras dispostas na referida lei são para profissionais de transporte rodoviário de cargas e/ou pessoas – caminhoneiros e condutores de ônibus, numa linguagem popular.

Segue quadro resumos dos períodos de trabalho e descanso estabelecidos em lei.

CONCLUSÃO

Independentemente da sua urgência ou necessidade, nada deve se sobressair à segurança dos usuários do trânsito, o bem-estar do condutor e a integridade física de todos.

Para te ajudar a lidar com estas atividades, nós desenvolvemos técnicas de conscientização que são apresentadas em no treinamento que oferecemos para os seus colaboradores. Clique e conheça: TREINAMENTO ONLINE PARA MOTORISTAS DE FROTA.

Em nosso último texto eu mostrei que motorista treinado elimina os riscos de envolvimento em acidentes, neste eu mostrei como evitar ter o veículo multado e neste aqui eu mostrei 3 ações para resolver o problema de quebra de veículos.

Clique aqui e inscreva-se para receber os próximos textos onde vamos abordar outros temas relacionados à gestão de frota.

Manutenção Preventiva NÃO é Despesa

Multa por veículo em mau estado de conservação; Trabalho interrompido por problema mecânico. Veja 3 ações para evitar problemas desse tipo.

CLIQUE AQUI para conhecer o nosso treinamento online para motoristas de frota.

A manutenção CORRETIVA é mais cara que a PREVENTIVA

Certamente você já se deparou com a afirmação de que consertar um problema mecânico é mais caro do que investir em manutenção preventiva.

Como é possível constatar a veracidade dessa afirmação?

É fato que o motorista brasileiro NÃO tem o hábito de verificar coisas básicas na manutenção do veículo que dirige. Nem mesmo aqueles itens que não ensejam em nenhuma despesa.

Quer um exemplo? Calibrar os pneus. Aí está uma manutenção que NÃO gera nenhum custo para o proprietário deste veículo e, no entanto, é pouco ou nada praticado pelos condutores.

A falta desse cuidado gera vários prejuízos, dentre eles o mais comum: aumento no consumo de combustível. Isso mesmo. Caso você não saiba, pneus subcalibrados (com baixa pressão de ar) são um dos grande vilões para o aumento do consumo de combustível – e se tem algo que interfere diretamente no caixa da empresa são os gastos com abastecimento.

Com isso acho que podemos concordar que nem mesmo em algo simples e gratuito, como o exemplo acima, há a cultura de manutenção, falar do restante exigiria algumas centenas de linhas. Portanto, vamos direto ao ponto:

TENHA UM CHECK LIST

São muitos os itens a serem verificados no veículo – alguns deles diariamente. Para não correr o risco de esquecer de um deles, é importante que se tenha em mãos um check list contendo TODOS os dispositivos que precisam ser analisados.

Para te ajudar com isso, criamos este check list onde relacionamos tudo para você ficar tranquilo e não se esquecer de nada.

Agora, colocar o check list no porta luvas e não utilizá-lo, de nada adianta, não é mesmo?!  Portanto, se liga na próxima dica para evitar esse problema:

ESTABELEÇA UMA ROTINA

Como disse Charles Duhigg, autor do livro “O PODER DO HÁBITO”, o ser humano tende a se habituar a fazer aquilo que consegue repetir, cotidianamente, por pelo menos 21 dias.

Desse modo, o ideal é que durante um mês, um monitor ou gestor de frota faça TODOS OS DIAS, com cada motorista, a passagem do check list e, ao final desse período, seus colaboradores já terão desenvolvido o hábito de executar essa tarefa. Depois disso é só monitorar.

PREMIE OS MELHORES NA MANUTENÇÃO

Algo comum em qualquer empresa é COBRANÇA – exigir dos colaboradores que estes executem suas funções com maestria. Entretanto, muitas vezes, nos falta a capacidade de elevar suas auto estimas.

Um presentinho, uma promoção ou um simples elogio são ingredientes que não deveriam faltar em nenhuma organização. Mas, infelizmente, sabemos que a rotina pesada do dia a dia nos faz esquecer destes “detalhes” poderosos.

Portanto, PREMIAR aqueles condutores que se sobressaíram ao fazer uma manutenção adequada, com o mínimo ou nada de intervenções corretivas, é, sem dúvida alguma, uma EXCELENTE estratégia.

CONCLUSÃO

Manter a frota em pleno funcionamento e sem surpresas desagradáveis é algo que evita furos na agenda da logística e, até mesmo, despesas com multas de trânsito por veículos em mau estado de conservação.

E foi pensando te ajudar nas tarefas de gestão da sua frota e treinamento de seus colaboradores que nós criamos o TREINAMENTO ONLINE PARA MOTORISTAS DE FROTA.

Em nosso último texto eu mostrei que motorista treinado elimina os riscos de envolvimento em acidentes e neste eu mostrei como evitar ter o veículo multado.

Clique aqui e inscreva-se para receber os próximos textos onde vamos abordar outros temas relacionados à gestão de frota.

Telefone: (33) 3331-4146 - Whatsapp: (33) 98454-1720 - Email: contato@autoescolaonline.net

Direitos Autorais © 2014-2018 Autoescola Online - Todos os Direitos Reservados.